quarta-feira, 5 de abril de 2017

Peso no mundo. só serve pra causar raiva e preocupação nos outros e nada mais. So sabe despejar problemas nos outros, nao sabe nem se controlar. Acha que o mundo vai acabar por tudo, para com isso! Todo mundo tem problema, todo mundo passa por fases dificeis. Voce nao e a primeira e nem será a única. SÓ PARA COM ESSE DRAMA! ESSA NÃO É VOCÊ DESGRAÇA! VOCE SEMPRE AGUENTOU CALADA, PRA QUE GRITAR AGORA? QUE DESGRAÇA, ENTÃO SE MATA DE UMA VEZ E CALA ESSA MALDITA DESSA BOCA

DIGITAR POR DIGITAR PORQUE ATÉ EU CANSEI DE DESABAFAR COM OS OUTROS


QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER! QUERO MORRER!

BOAS NOVAS NÃO TÃO BOAS

Ca estou eu denoooooooooooovo!
E resolvi aceitar que sou uma louca surtada, pois é, hehe. Prefiro levar isso na esportiva, porque se não for pra levar a vida como o Coringa nem quero. Bom, a morte continua em primeiro lugar na minha vida, não do que mais quero, mas no que mais penso. Mas eu não posso fazer isso comigo, deveria no máximo arriscar mesmo, sei lá, andar de madrugada nas quebradas, ser meio "sonsa" no trânsito.. Preciso de algo que não seja eu quem provoque porque ainda preciso de algo que possa tranquilizar a mente da minha filha futuramente, não quero que ela pense que a mãe dela nem lutou. Mas poxa, eu to lutando, eu luto diariamente, eu não consigo mais todos os dias, todas as horas, eu só vivo pra disfarçar o que sinto, mal consigo sorrir de verdade, não tenho mais objetivos, eu que sonhava tanto, não tenho mais o que fazer nessa vida. Eu leio, eu oro, eu medito, penso nas pessoas que amo e quais me amam, mas eu simplesmente não consigo mais querer nada além de dar um fim na minha vida, querer me dopar, sumir...
Sabe quando vc perde o medo de tudo? pois é, dar uma volta pra levar um tiro na cabeça seria uma boa ideia...